Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

Policiamento de trânsito poderá ser exclusividade da Polícia Militar

Imagem
A Câmara analisa o Projeto de Lei 3477/12, do deputado William Dib (PSDB-SP), que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB – 9.503/97) para tornar explícitas as competências das polícias militares dos estados e do Distrito Federal como integrantes do sistema nacional de trânsito. Atualmente, o CTB estabelece que cabe às polícias militares executar a fiscalização de trânsito, por meio de convênio com o órgão executivo de trânsito, simultaneamente com os demais agentes credenciados. O autor argumenta que, por envolver a preservação da ordem pública, o policiamento ostensivo, inclusive de trânsito, deve ser exercido exclusivamente pelas polícias militares dos estados e do Distrito Federal. Ele sustenta que os próprios currículos dos cursos de formação das polícias militares costumam conferir atenção especial ao policiamento e à fiscalização de trânsito. “É muito comum também a estrutura organizacional das polícias militares possuir unidades especializadas em trânsito”, disse Dib. A prop…

CONTROLE DE VELOCIDADE NO TRÂNSITO

Imagem
A Câmara dos Deputados estuda ampliar as ferramentas de controle da velocidade nas estradas e outras vias públicas, incluindo a fiscalização do descumprimento dos limites máximos através do cálculo da velocidade média (cálculo entre a distância percorrida pelo veículo e o tempo decorrido). Na prática, explica o deputado Edinho Araújo (PMDB-SP), autor do projeto, além do habitual controle de velocidade num ponto específico da via por meio do radar, cria-se a possibilidade jurídica de monitorar a velocidade de um veículo num determinado percurso. Araújo acredita que a medida vai incrementar a eficiência da fiscalização do excesso de velocidade, o que, segundo ele, contribuirá significativamente para a redução do número e da gravidade dos acidentes de trânsito. O autor espera também que o projeto mude o comportamento do motorista, “pois a sensação de ter sua velocidade fiscalizada pontualmente e também por trechos produzirá um maior sentido de responsabilidade, aumentando a probabilidade pe…

DIA DO MOTORISTA

Imagem
Hoje dia 25 de julho é o Dia do Motorista.

Há motivos para comemorar?
Sim. Há.
Apesar dos pesares temos bons exemplos de conduta no trânsito.
Temos bons motoristas circulando pelas ruas da cidade e que acredita na possibilidade de mudança de comportamento dos demais motoristas com suas atitudes positivas, cordiais e humana.
possibilitando um trânsito em condições seguras, sem acidentes e infrações.



E o Detran - ES lançou a campanha  " Eu sou um bom exemplo no trânsito  Veja fotos aqui

MOBILIDADE URBANA?

Imagem
O que fazer?






Candidatos a Prefeito da Grande Vitória ( Serra, Vila Velha, Cariacica e Vitória) prometem mobilidade no trânsito da região metropolitana.


As promessas são várias, tais como viadutos, mergulhões, ciclovias, BRTs, Etc.Etc.Etc...

Refrescando a memória de quem vai votar esse ano (Eu não vou. Aliás, não voto a mais de 15 anos e estou  muito bem obrigado.) O carro da campanha dos candidatos da última eleição foi justamente essa:  melhorias no transporte público, mobilidade urbana, ciclovias, BRTs, pontes e viadutos e com certeza um dos mais importante e que garantiu ao atual prefeito João Cozer dois mandato no executivo do município, claro que estamos falando do metrô de superfície.  "E cá pra nós, a ideia não é particular dele."

Quem não conhece clique aqui  e aqui também


Como diz o ditado: Prometer todo mundo promete.  E saibam de uma coisa, não depende unicamente do prefeito realizar ou criar melhorias no município em relação a trânsito. 
Exemplo: Qual é o município que c…

PARQUÍMETRO PODE GERAR MULTA DE TRÂNSITO?

Imagem
A ilegalidade da prática que tem sido comum em vários municípios brasileiros, em que vigora o sistema de estacionamento rotativo pago, de aplicação da multa de trânsito do artigo 181, inciso XVII, da Lei nº 9.503/97 (Código de Trânsito Brasileiro – CTB), decorrente de auto de infração elaborado por agente de trânsito que não presenciou o cometimento da infração de trânsito, mas se baseia em "aviso de irregularidade" encaminhado ao órgão de trânsito pela empresa concessionária do serviço público.
o procedimento adotado em alguns municípios, nos quais a irregularidade (falta de cartão, cartão rasurado, horário excedido etc.) é detectada por funcionário de empresa concessionária, operadora do sistema, o qual emite "aviso de irregularidade", colocando-o no pára-brisa do veículo, com prazo para que o seu condutor se dirija aos endereços indicados e faça o pagamento de uma determinada "taxa de regularização" (no caso de Vila Velha de R$9,00) não o fazendo, seus …

TEMPORIZADOR SEMAFÓRICO

Por que não usar?
Ajuda a travessia dos pedestres, ajuda a evitar acidentes, a evitar atropelamentos, são elegantes e são modernos.
Então por que não usar?
Se é dever dos Órgãos e Entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito - SNT  oferecer um trânsito em condições seguras e é notoriamente melhor, por que não usar?
Evita o transtorno, evita a animosidade entre usuários e agente/órgão; e por que não dizer, que  evita muitas da vezes a autuação errônea, por parte dos agentes, em interpretar o avanço de sinal.
Quando devo interpretar o avanço de sinal?
Da maneira que está o avanço puramente subjetivo e não há um padrão entre os agentes para interpretar o avanço.
Tendo como base o  sistemas automáticos não metrológicos para a fiscalização de avanço do Sinal Vermelho do Semáforo (Art. 208 do CTB)  para chegar a uma conclusão sensata, moral e ética  da função de um agente ao fazer um AIT - Auto de Infração de Trânsito.
Veja matéria aqui
Quando o agente deverá autuar o condutor pelo violação…